Qual Orixa e da aranha?

ANÚNCIO

A cultura afro-brasileira é rica em mitos, lendas e deuses que representam diferentes aspectos da natureza e da vida humana. Entre os orixás, divindades veneradas nas religiões de matriz africana, a figura da aranha tem um papel especial e misterioso. Neste artigo, exploraremos a importância da aranha na mitologia dos orixás, sua simbologia e seus diferentes aspectos nas tradições religiosas afro-brasileiras.

Simbologia da aranha na umbanda.

Na umbanda, a aranha é frequentemente associada à figura da entidade Exu, que representa a comunicação, as trocas e os caminhos. A simbologia da aranha na umbanda está relacionada à sua habilidade de tecer teias e criar conexões, o que se assemelha ao trabalho de Exu na abertura de caminhos e na mediação entre os planos espiritual e material.

Além disso, a aranha também é vista como um símbolo de paciência, persistência e astúcia, características que são valorizadas na umbanda e que também estão relacionadas à atuação de Exu. Sua capacidade de enxergar além do óbvio e de agir de forma estratégica também é associada à aranha na umbanda, representando a capacidade de Exu de encontrar soluções inesperadas e de lidar com situações complexas.

ANÚNCIO

Dessa forma, a presença da aranha na simbologia da umbanda está relacionada à representação das qualidades e habilidades atribuídas a Exu, uma das principais entidades cultuadas nessa religião. A aranha é vista como um símbolo poderoso, que remete ao trabalho espiritual e à atuação de Exu na busca por soluções e na superação de obstáculos.

Animal sagrado de Oxum

O animal sagrado de Oxum é a aranha. Na mitologia africana, a aranha é associada à deusa Oxum, que é a divindade do amor, da fertilidade e das águas doces. Diz a lenda que Oxum usou a teia da aranha para criar um elo entre o céu e a Terra, representando a conexão entre os seres humanos e o divino. A aranha também simboliza a paciência, a criatividade e a habilidade de tecer a própria realidade. Portanto, é comum ver imagens e representações da aranha nos rituais e celebrações dedicados a Oxum.

Significado da aranha no Candomblé

No Candomblé, a aranha é associada ao orixá Iansã, a deusa dos ventos, tempestades e raios. Ela é vista como um símbolo de sabedoria, paciência e determinação. A aranha também é considerada uma mensageira entre os mundos espiritual e material, representando a conexão entre os seres humanos e os orixás. No Candomblé, a presença da aranha é vista como um sinal de proteção e orientação espiritual.

Sinais do Mundo das Aranhas

No artigo que fala sobre qual Orixá e da aranha, é discutido como as aranhas são consideradas como mensageiras de sinais do mundo espiritual. De acordo com a crença popular, quando uma pessoa se depara com uma aranha, isso pode ser interpretado como um sinal de que algo importante está para acontecer em sua vida. Além disso, as aranhas são associadas à paciência, criatividade e habilidades de tecelagem, o que as tornam símbolos de sabedoria e magia em diversas culturas.

Conclusão

Após explorarmos as características e simbologia dos orixás, pudemos concluir que o orixá associado à aranha na religião afro-brasileira é Nanã Buruquê. Através dessa análise, foi possível compreender a importância da aranha na mitologia e na cultura afrodescendente, assim como a relevância de respeitar e preservar as tradições religiosas.
A aranha é associada ao Orixá Nanã, que é a divindade das águas paradas, lama e lodo. Ela é representada como uma anciã e é considerada a guardiã das tradições e conhecimentos ancestrais. Na mitologia africana, a aranha é vista como um símbolo de criatividade, sabedoria e habilidade para tecer os destinos das pessoas. Ela é também uma intermediária entre o mundo material e espiritual, trazendo mensagens e orientações para aqueles que buscam sua ajuda. Assim, a presença da aranha está intimamente ligada à presença e influência de Nanã, trazendo consigo um forte simbolismo e significado espiritual.

ANÚNCIO

Add Comment