Tudo sobre a maconha → Sintomas, Legalização e Malefícios

publicidade:

A maconha é a droga ilegal cujo consumo é mais prevalente entre os jovens de hoje, conheça um pouco de tudo sobre a maconha.

Muitas vezes, os adolescentes e seus pais ou responsáveis não estão cientes dos muitos riscos para a saúde física e mental decorrentes do uso da maconha. Na verdade,  a maconha (cujo nome científico é Cannabis sativa) hoje em dia é mais potente que nos últimos anos. O consumo deste tipo mais forte de maconha também poderia contribuir para o aumento do risco de efeitos adversos para a saúde. Se os perigos da maconha afetam pessoas de todas as idades, os próprios jovens são particularmente vulneráveis.

publicidade:

Saiba mais sobre os riscos à saúde associados ao uso de maconha.

publicidade:

O que é a maconha?

A maconha (também chamada de beck, haxixe e erva) vem da planta Cannabis .O ingrediente ativo da maconha e outros produtos da planta Cannabis, como o haxixe e óleo de haxixe é uma substância chamada tetrahidrocanabinol (THC).

Em geral, o termo “marijuana” refere-se a flores e folhas secas da planta, mas também pode referir-se as sementes e caules. A cor da maconha varia do verde ao cinza esverdeado e marrom. A fumaça muitas vezes tem um cheiro pungente e picante.planta da maconha

Maconha é geralmente fumada em cigarros enrolados à mão, em folhas de charutos, folhas de seda ou de caderno mesmo. Ela também pode ser preparada e ingerida.

Haxixe é feito a partir da resina da maconha pressionada. Sua cor varia do verde ao preto ao loiro e marrom. Por vezes, pode ser flexível e maleável, por vezes, firme e quebradiço. Em geral, o haxixe é fumado, mas também pode ser ingerido. Ele geralmente contém mais THC do que a maconha.

O óleo de haxixe também é produzido pela extração da resina da planta. Sua cor varia do dourado ao marrom escuro através do vermelho. O óleo de haxixe é geralmente um líquido espesso e pegajoso. Geralmente é adicionado em gotas ao cigarro e fumo. Ele geralmente contém mais THC do que a maconha.

Quais são os sintomas da maconha?

A maconha hoje é mais poderosa do que comparada a muitos anos atrás. Estudos mostram que a concentração média de THC, o principal componente psicoativo da maconha, aumentou em 300% a 400% ao longo das últimas décadas.

Quando a maconha é “bolada” e fumada, o THC presente no fumo passa rapidamente dos pulmões para o sangue. Uma vez que o sangue flui continuamente pelo corpo, o THC atinge rapidamente o cérebro. Depois de alguns minutos, vários sintomas da maconha surgem a curto prazo surgem.

Os sintomas da maconha a curto prazo pode durar até 8 horas depois de fumar ou mais de 12 horas após a ingestão.

Malefícios da maconha

Muitos dos efeitos nocivos físicos e mentais da maconha são conhecidos. No entanto, o uso de maconha também está associado com efeitos que o usuário não deseja ou não é esperado.

Malefícios e sintomas de quem fuma maconha

A Maconha pode ter efeitos imprevistos ou indesejados. Ao invés de sentir-se calmo e eufórico, algumas pessoas podem experimentar outros efeitos, tais como:

nervosismo;
ansiedade ou pânico;
paranoia leve;
alucinações e delírios.como bolar um beck

Esses sintomas são também uma ótima forma de como saber se uma pessoa fuma escondido.
Os jovens são particularmente vulneráveis aos efeitos do uso da maconha para a saúde, incluindo os seus efeitos adversos sobre o funcionamento da mente, psicose e esquizofrenia.

Isto é explicado pelo fato de que a adolescência é um período crítico para o desenvolvimento do cérebro. O THC tem como alvo um sistema no cérebro que desempenha um papel importante na forma de como o cérebro se desenvolve e trabalha. A presença de THC no cérebro em um momento tão crítico pode, portanto, afetar o desenvolvimento do cérebro e afeta a operação adequada. Isto também pode aumentar o risco de desencadear um episódio psicótico ou uma doença mental, tais como a esquizofrenia.

Efeitos adversos da maconha

O consumo regular da maconha a longo prazo pode ter efeitos negativos sobre a concentração, causa perda de memória, afeta a capacidade de pensar e tomar decisões e diminuir o QI. Alguns destes efeitos podem persistir após parar de fumar maconha.

Um “maconheiro”, que começa no início da adolescência, e continua fumando por muito tempo tem um risco aumentado de psicose e esquizofrenia. O risco é ainda maior em pessoas que têm história pessoal ou familiar de doença mental.

Como saber se uma pessoa fuma escondido

Em relação aos efeitos físicos, as drogas podem:

dilatar os vasos sanguíneos no olho, dando-lhes uma cor vermelha;
relaxar e dilatar as vias respiratórias que levam aos pulmões;
aumento da pressão arterial;
dobrar o ritmo normal do coração.
A fumaça da maconha irrita a garganta e os pulmões, provoca tosse e induz sintomas relacionados com bronquite. A fumaça da maconha também contém muitas substâncias cancerígenas que também são encontradas no fumo do tabaco.

Um aumento da frequência cardíaca pode impor um estresse significativo para o coração.

Quando os efeitos da droga desaparecem, o usuário pode ter dificuldade em adormecer ou sentir os seguintes efeitos:

irritabilidade;
ansiedade;
fome;
depressão.
Estes efeitos de curto prazo pode ser sentidos mesmo que o uso de maconha seja ocasional.

A maconha contém centenas de substâncias, algumas das quais são psicoativas e pode afetar funcionamento do cérebro e do corpo.

Maconha pode afetar a sua concentração, a sua capacidade de pensar e tomar decisões e coordenação. Ela pode afetar suas habilidades motoras, incluindo a sua capacidade para conduzir.
uso de maconha pode aumentar a ansiedade, causar ataques de pânico e, em alguns casos, causar alucinações.

Como parar de fumar maconha

Primeiramente para saber como parar de fumar maconha, deve haver a decisão de querer para de fumar, se um viciado for forçado a parar talvez logo volte novamente. Após decidir para de fumar é hora de se afastar de pessoas que fumavam maconha com você. Procure alguma coisa para entreter a cabeça como uma academia, pois assim que surgir a vontade de fumar, exercícios físicos podem aliviar a vontade.

Há também no Brasil muitas clínicas de reabilitação que são capazes de ajudar na recuperação.

Legalização da maconha

A maconha não é uma droga liberada no Brasil. A posse e o consumo de maconha continuam ilegais.

publicidade:

Há no Brasil várias manifestações pedindo a liberação para consumo e fins medicinais, mas o governo continua relutante sobre esse assunto.