Textos de Educação Religiosa Com Atividades

Textos de Educação Religiosa Com Atividades
5 (100%) 1 vote

Veja lindos textos para educação religiosa com atividades de interpretação de texto.

O menino que mentia

 Em uma bela colina, um menino pastor costumava levar seu rebanho para comer a grama verde e fresca que brotava. Um dia resolveu pregar uma peça nos vizinhos. – Socorro! Socorro! Um lobo! Ele vai comer minhas ovelhas! Alguém me ajude! Os vizinhos largavam tudo que estavam fazendo, e saíam correndo para socorrer o pequeno pastor. Mas que surpresa! Chegando à colina e viam-no a gargalhar! Não havia nenhum lobo, era só uma peça que queria pregar em todos. Ainda outra vez o menino fez a mesma brincadeira.
 – Socorro! Ajudem-me! O lobo vai devorar minhas ovelhas! Socorro! E todos iam novamente correndo ajudar. E ele caçoou de todos! E saiu gargalhando outra vez! – Ha, ha, ha. Enganei todos vocês, não tem lobo algum! Mas um dia, o lobo apareceu de verdade, e começou a atacar as belas ovelhas do menino mentiroso. Morrendo de medo, o pastor saiu gritando: – Socorro, socorro!
Alguém ajude!
Um lobo, um lobo feroz!
Só que desta vez, os vizinhos ouviram a gritaria, mas pensaram:
– Ah! É só uma brincadeira. E ninguém socorreu e o menino pastor perdeu todo seu rebanho.
Assim é: Ninguém acredita quando o mentiroso fala a verdade.
 Esopo – O livro das Virtudes Para Crianças
– 2) Interpretação do texto. a)
 O texto tem a finalidade de: ( ) dar uma informação ( ) fazer uma propaganda ( ) registrar um acontecimento ( ) transmitir um ensinamento
b) No final da história pode-se entender que: ( ) as ovelhas fugiram do pastor. ( ) os vizinhos assustaram o rebanho. ( ) o lobo comeu todo o rebanho. ( ) os visinhos não acreditaram no o jovem pastor.
3) Responda: a) Qual é o título do texto? _______________________________
 b) Numere os parágrafos. Quantos são? _____________________
 C) O que o pastor costumava fazer na colina? ________________ ____________________________________________________
d) Que outro título você daria para o texto? 

Educação Religiosa/Texto e atividades


TAL COMO FUTEBOL

    Não somos onze em campo, mas tal como futebol, jogo individual não rende. Pergunte ao Pelé se ele sozinho teria feito mais de mil gols. É preciso harmonia e compreensão entre todos que trabalham juntos, desde o técnico que é a professora, até os donos das várias posições que são os alunos. Se um está mais fraco, os outros devem ajudar. Com isso, o time se fortalece.
   Hoje há tanta coisa para ensinar e aprender que uma pessoa sozinha não dá conta. Quantos se ocupam de nós na escola? A diretora, as professoras, a supervisora e as serviçais. Cada qual com o seu papel, e todos importantes. Isso dentro da escola, porque fora dela há um verdadeiro exército, o exército da educação que luta para que as crianças aprendam cada vez melhor. É como se o Brasil fosse um grande estádio do Maracanã e todas as crianças estivessem jogando. Não vamos decepcionar tanta gente! Espere para ver quantos gols iremos marcar.

Leia Também  O Pequeno Príncipe - Resumo do livro

ATIVIDADES

1. Para que as pessoas trabalhem juntas, o que é preciso haver?
2. Em que posição a professora se encontra, conforme o texto? E os alunos?
3. Copie do texto a passagem que mostra o que devemos fazer se um colega tiver com dificuldades.
4. “Jogo individual não rende” significa que:
(     ) sozinhos não conseguimos resultados.
(     ) é melhor trabalhar sozinho.
(     ) trabalhar em grupo dá confusão.

CARÁTER

Você é um jovem de caráter?
         Já percebeu como as pessoas de caráter são estimadas, valorizadas e servem de modelo para a nossa conduta?
         Noutras ocasiões, talvez, tenha ouvido comentar
         “Ele é um mau caráter”.
         Pessoas de mau caráter causam muitos problemas para si mesmas e para os outros. Ninguém gosta de conviver com pessoas assim.

         Mas o que vem a ser caráter?
         Caráter é uma marca que distingue uma pessoa de outra, pelo seu modo de ser, de sentir e de agir. Uma pessoa de caráter possui força de vontade, convicções e princípios firmes e se orienta por eles, tanto nas situações comuns como nas difíceis.
         É muito importante que uma pessoa tenha princípios e aja de acordo com eles. Porque aquele que muda de idéias e opiniões, conforme as circunstâncias, na sociedade e com os amigos, demonstram ter um caráter fraco. Parece um barco sem rumo ou uma Maria-vai-com-as-outras.
         Um bom caráter não surge por acaso. É fruto de uma conquista diária, de um trabalho contínuo e de uma vontade firme. É obra pessoal de cada um de nós.
         Para a formação de um bom caráter, concorre  uma boa educação familiar, religiosa e escolar. Também têm grande influência as diversões e lazer, a vida ao ar livre, os jogos, as leituras formativas e o convívio com a sociedade.
         A pessoa sem caráter, sem princípios, torna-se vulgar. Já a de caráter escolhe um ideal e luta por ele para se realizar na vida.

Atividades – Responda.

1)   Que é caráter?
 2)   Que qualidades possui uma pessoa de caráter?
3)   Como agem as pessoas de caráter fraco?
4)   Um bom caráter surge por acaso?
5)   O que concorre para a formação de um bom caráter?

Texto de educação religiosa: O REI E A FÉ

Certa vez, um rei foi caçar com seu súdito que  tinha muita fé e um imenso amor por seu Deus.
         Este súdito sempre dizia ao rei que seu Deus era maravilhoso e tudo o que ele fazia era correto.
         Durante a caçada, foram surpreendidos por um animal feroz, que atacou o rei. O rei logo gritou ao súdito que pedisse ao seu Deus que o salvasse, apesar de sua incredibilidade. Eis, que a vida do rei foi salva, porém a fera comeu-lhe um dedo. O rei ficou furioso e mandou prendê-lo por trinta dias na masmorra. Novamente o rei foi caçar, perdendo-se na mata e deparou-se com uma tribo de canibais, que o aprisionou para devorá-lo. Ao passar pela apreciação da hierarquia da tribo, perceberam que o rei era imperfeito, pois lhe faltava um dedo. Então, soltaram-no e, ao chegar no palácio, foi logo soltando o súdito que, muito feliz repetiu como sempre: – Meu Deus é maravilhoso e tudo o que ele faz é correto.
– Se o seu Deus é tão maravilhoso e correto, porque ele permitiu que eu o prendesse?
– Meu rei, se eu não estivesse preso, eu estaria com o senhor na caçada e,  como eu tenho o corpo perfeito, quem os canibais devorariam?
Adaptado do Texto O Rei e a fé.

Leia Também  Nada pra fazer? Dicas para não ficar entediado

Atividades 

1)   Quem neste texto vivencia sua fé?
2)   Na sua opinião, em que momento o rei valorizou a fé do seu súdito?
3)   Na sua opinião  pode-se identificar no texto a manifestação do sagrado? Que situação é essa?
4)   O que o rei entendeu como manifestação do sagrado pode ser explicado de outra forma? Qual?
5)   Em que momentos você pensa num ser superior?

Não vivemos sozinhos

Nenhuma criatura sobrevive sozinha, pois ninguém se basta a si mesmo.     Nascemos e crescemos em uma pequena comunidade, que é a família. De outra forma, não sobreviveremos. Aos poucos vamos ampliando os nossos espaços, participando de outras comunidades e aumentando o nosso círculo de relacionamentos e amizades.

Precisamos dialogar, trocar ideias, dar e receber carinho, conviver com os outros seres humanos como nós. Isso é necessário para uma vida saudável.

A verdade é que precisamos uns dos outros, em todos os sentidos. Você já
parou para pensar no trabalho que inúmeras pessoas realizam para o nosso bem estar?

 Para que possamos descansar, recostar o corpo numa cadeira, ou mesmo deitar numa cama, ou ouvir uma música, muitos tiveram de gastar horas e horas trabalhando…

Devemos valorizar o trabalho e a dedicação de todos, pois sem eles as
coisas seriam complicadas, às vezes até impossíveis.

Analisando tudo isso, podemos perceber que as criaturas dependem umas das outras. De que adianta “empinar o nariz” e julgar-se auto-suficiente, dar-se ares de que não precisa de ninguém? Nessa cadeia de inter-relações, ninguém é maior ou menor do que o outro. Todos são muito importantes, necessários, e, portanto, devem executar a sua função da melhor maneira possível.

ATIVIDADE DE APROFUNDAMENTO

1) Responda as seguintes questões:

a) Você já se sentiu sozinho? Quando?

b) O que você pode fazer quando percebe alguém sozinho?

c) Você vive com sua família? Como ela é constituída?

d) O que você entende por trabalho a partir do texto?

e) Fale um pouco sobre um artista famoso que você admira e diga o que mais lhe chama a atenção na vida dele.

Atividades de Educação Religiosa