Palavras difíceis e seus significados

Palavras difíceis e seus significados
Avalie esse post

A busca do conhecimento é sempre constante e para quem já é acostumado a ler diariamente, conhecer palavras difíceis e seus significados se torna um hábito cotidiano, mas nem todas as pessoas tem esse hábito o que as deixa com seu vocabulário muito pobre que pode muitas vezes a colocar em enrascadas  como em conversas cultas.

Então para fugir desses constrangimentos o ideal é mergulhar de cabeça nas aulas de português que aliás é uma das línguas mais difíceis de aprender, e procurar melhorar a cada dia seu vocabulário aprendendo novas palavras que podem ser desde difíceis de falar até as difíceis de soletrar.

Palavras difíceis e seus significados

Palavras difíceis e seus significados

O que se vê não só nas escolas como também em redes sociais como Facebook, Instagran e whatsapp, é um descaso cada vez maior com a língua portuguesa, são pessoas que utilizam abreviações e escrevem de forma totalmente errada sem nem mesmo notar.

Mas sempre há o outro lado a moeda e se sua intenção hoje é aprender palavras diferentes, palavras difíceis de falar e soletrar continue lendo a matéria, que logo abaixo selecionamos diversas palavras cultas para aperfeiçoar seu vocabulário.

Lista de palavras Difíceis de escrever e soletrar

Se a intenção é impressionar, ou mesmo aprender, independente da finalidade para qual deseja utilizar, faça bom uso dessas palavras e mostre o quanto pode ser culto

Admoesta – perdão, isenção, arrego, repreensão, reprimenda.
Alarido – confusão , algazarra , farra.
Alcunha – apelido.
Âmago – parte muito interior , cerne.
Anuência – permissão, consentimento.
Ardiloso – manhoso , esperto.
Arroubo – entusiasmo , fervor , encanto.
Auspicioso – favorável, esperançoso, promissor, próspero, oportuno, propício, vantajoso
Balbúrdia – baderna , bagunça , confusão.
Belicoso – que incita à guerra.
Besugo – pequeno peixe acantopterígio vulgar;
Condescendente – flexível, complacente, indulgente
Curra – abuso sexual , esturo com a participação de várias pessoas.
Dilapidar – desperdiçar , estragar , destruir.
Dândi – que procura se vestir com elegância.
Embuste – embusteirice, embustice, logro, armadilha, cilada, emboscada, insídia, engodo.
Engodar – mentir , enganar.
Fenecimento – fim , término.
Fugaz – passageiro , que passa rápido.
Fleumático – imperturbável.
Frugal – simples.
Homizio – refúgio, guarida, abrigo, esconderijo
Ígneo – próprio do fogo.
Ignóbil – sem caráter , vergonhoso.
ImplÍcito – escondido , não expresso , omisso.
Insolente – desaforado , desagradável.
Intempérie – tempestade, temporal, vendaval, desgraça.
Irrupção – entrada violenta , pancada forte.
Incólume – intacto.
Inócuo – inofensivo.
Jaez – tipo , categoria.
Janota – bem vestida.
Justapor – colocar perto.
Loquaz – falador.
Néscio – ignorante, ignaro, estúpido, incapaz, inepto, absurdo.
Nódoa – sujeira , mancha. pode ser também a alcunha de uma pessoa de má fama.
Pachorrento – calmo , sereno , acomodado.
Pacóvio – imbecil , ignorante.
Parco – moderado , econômico , diminuto.
Pedante – nojento , exibido , audacioso.
Pederasta – gay.
Perdulário – que gasta mais.
Perene – que dura muito , imortal.
Permuta – troca , câmbio.
Pernóstico – pretensioso , esnobe.
Perspicaz – sagaz, esperto, astuto.
Petiz – criança , adolescente.
Piara- grupo de animais que têm em comum o tamanho, a idade, etc.; multidão de gente
Plissado – com rugas.
Prescrutar – vasculhar , procurar , revirar.
Pândego – feliz , alegre.
Pérfido – cruel , traidor , desgraçado.
Ruar – sair sem destino , andar à toa.
Recôndito – escondido, encoberto, secreto, oculto.
Resiliência –  resistência, superação.
Rubicundo – avermelhado.
Seral- pertencente ou relativo à noite, que sucede à noite.
Subterfúgio – escapatória, fuga.
Sumidade – personalidade importante , sábio.
Suscitar – fazer surgir , encorajar , provocar.
Tergiversar – desculpar-se.
Taciturno – calado.
Tênue – fraco , frágil.
Venéfico- venenoso
Veneta – ataque , acesso de loucura